.KAKAOS BAG CONVIDA – MARINA LODUCCA.

MarinaL_CreditoMarinaNacamuli
Foto: Marina Nacamuli

Confira os ítens de arte, moda e literatura que a cineasta Marina Loducca gostaria de jogar em sua bolsa:

Yung Jake

 

ARTE – Não consigo escolher um só.  Yung Jake é um novo artista de mídia, ele usa a internet como sua plataforma. De um modo bem interessante, ele usufrui de meios de comunicação como Snapchat e Mensagem de Texto para expressar sua arte. Apesar de ser algo de uso da maioria das pessoas ainda é inovador pois ainda é uma minoria de artistas que usam as plataformas digitais para expressão artística.  Uma obra que aprecio dele é a montagem de uma face humana moldada apenas com Emojis.  Ano passado fui em sua  exposição chamada “Drawings”,  na Steve Turner Gallery em Los Angeles. Lá me chamou atenção umas telas brancas de televisão, quando você chegava perto, elas se transformavam em desenhos digitais.

Rirkrit Tiravanija

Outro artista, agora mais comercial seria Rirkrit Tiravanija que também me cativa, muito pelo lado “social”.  Ele faz instalações públicas e sociais como cozinhar para o público dentro de uma galeria. Rirkrit fez uma cópia IDÊNTICA de seu apartamento em Nova Iorque,  na Alemanha,  com todos objetos que ele possui. A exposição ficou aberta por dois meses. O próprio museu alertou possível roubo de peças pelas pessoas, mas surpreendentemente aconteceu o contrário, algumas pessoas que fizeram festas, aniversários, casamentos e até moraram no espaço. A última instalação foi a colaboração com a Kreemart em Brasília no CCBB onde ele criou um laboratório do futuro. Eu teria a obra acima dele.

unnamed

MODA – AIR FORCE 1. É Classico, lindo, básico e branco. Já estou no meu terceiro par de tanto que eu amo. Eles andam sozinhos e já praticamente sabem o caminho de casa. Estou em uma fase muito minimalista e as duas cores que eu tenho no meu armário são o preto e o branco.

 

Kakaos_Livro_Noites

LITERATURA – NOITES TROPICAIS, de NELSON MOTTA – É um livro que fala sobre todo o início da bossa nova e música brasileira do Brasil até os Estados Unidos. Eu como boa amante de Caetano Veloso e todos os tropicalistas, Erasmo, Roberto, Tim Maia e todos os roqueiros da época, incluindo os dois reis da bossa nova João Gilberto, Tom Jobim, considero esse livro uma leitura obrigatória para qualquer brasileiro e/ou amante de música. É uma linguagem fácil e rápida que foi “devorado” por mim em 3 dias.
Por: Fernanda Agostinho